Farisaísmo.

Imagem

No livro do Evangelho do Apostolo João capitulo 9 do verso 13 até o 34 vemos o relato da investigação pelos fariseus do moço que era cego de nascença e Jesus o tinha curado com lodo feito com sua saliva.

Neste episodio vemos que os homens gostam de colocar regras e obstáculos para que seja dito, se esse é de Deus e esse não é de Deus, constroem padrões que são juramentados e seguem estes paradigmas segundo sua experiência e seus estudos trazendo apenas uma bagagem que muitas vezes são construídas por outros e a partir destes “estudos” seguem seus “catecismos” e rejeitam qualquer outra opinião que não se enquadrem em sua “teologia”, assim como no evangelho de João vemos homens instruídos que guardavam os mandamentos e eram ensinados desde a tenra idade a serem segundo as escrituras sendo estes doutores da lei e instruídos por seus mestres.

Estes se perdem em suas teologias e seguem ensinos humanos que somente merecem uma graduação dado por homens com valor terreno e acadêmico com isso levam toda pompa e circunstancia que o merecem, mas esquecem de que Deus Pai não quer apenas ensinar mandamentos para uma boa relação entre humanos e tenham leis que regem o cidadão a cerca de uma sociedade, seu interesse não se restringe a ficar criando leis para que uma nação tenha uma constituição, esse não é o foco de Deus Pai, sua intenção em mostrar estes embates entre os fariseus e o ensino de Jesus é justamente mostrar que não somos regidos por leis nos não temos um código de conduta que afirme alguma coisa que nos impeça de fazer o mal, mas a ação moral do Espirito Santo é que deve ser o parâmetro para a vida que Deus Pai deseja em nós. Ele vem ao nosso encontro em busca de filhos que serão e terão a sua vida impactada pela ação do Espirito Santo e não criadores de regras que para nada servem, apenas regem pessoas em uma sociedade, a ação que Deus Pai quer em nós é justamente que olhando em sua palavra podemos nos nortear e seguir passos que Jesus iniciou em uma restauração da criação, pois quando o homem é restaurado este promove restauração por onde anda. É simples quando o ser finito encontra o infinito este se submete e torna-se semelhante ao superior por amor e não por regras.

Assim como o relato de João vemos hoje denominações que criam as regras e códigos de conduta fazendo servos de uma lei terrena e mesquinha que apenas encobrirá a má índole como o doente que toma um placebo para curar sua doença, um dia a maldade que está encrustada no coração sairá e mostrará sua verdadeira essência e assim muitas vezes causando muito mal a inocentes, pois é como uma garrafa de refrigerante com veneno dentro o inocente pegará está garrafa e tomará pensando ter refrigerante, mas é veneno. Assim vemos que passam os anos os séculos e os homens sempre querendo ter suas convicções religiosas no papel e tornando-se leis para que todos sejam conforme sua conduta de “integridade moral”.

Algumas regras definem até como deve ser uma teofania ou milagre, exatamente assim como os fariseus o faziam e ainda inqueriam o recebedor do milagre e se este não respondesse em acordo com usas regras são expulsos de suas congregações, definem a ação do Espirito Santo e de como deve se manifestar em uma congregação, mas não deixam que este mesmo Espirito testifique em seus corações, pois fecham servis justamente por causa de suas regrinhas “espirituais” que amputam a ação mística espiritual e torna o cristianismo em apenas uma religião de academia na qual somente a doutrina especifica pode ser contada como verdadeira. Isso não abre margem para que heresias sejam inclusas como verdadeiras, pois vemos que isso aconteceu mesmo sendo dentro da academia e foram inseridas justamente por seus mestres assim como no judaísmo, pois rejeitam a revelação divina podando e decepando a doutrina bíblica para seu bel-prazer e enquadrar-se em sua cosmo visão.

O amor do Deus Pai quer que sejamos em plenitude de sua imagem conforme semelhança e façamos parte desse amor que incluí o pecador para sua restauração e não apenas aponta seu pecado, apontar o pecado já existe o acusador, nós temos a incumbência de levar a palavra de Deus ao pecador e este por ação do Espirito Santo ao arrependimento e não apenas um constrangimento moral, mas a verdadeira transformação que só pode ser adquirida através da ação do Espirito Santo que é inserido pelo amor de Deus Pai.

Sejamos filhos de um Pai amoroso que realmente manifestam essa filiação na sociedade em que estamos inseridos e que possamos ser benção, ser a Luz que alumia o fogo que aquece, o sal que tempera para que Jesus e o Pai sejam glorificados com a obra e a carreira que nos é proposta.

A Ele glória!

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s